Busca

Notícias

conteúdo principal

Acordo entre PM e Sectet garante capacitação para familiares de agentes e população

27/01/2021

Um acordo de cooperação técnica entre a Polícia Militar e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), que prevê a execução do Projeto Caminhos, vai promover a capacitação de familiares de policiais militares, por meio de cursos profissionalizantes. A aprovação do acordo entre os órgãos foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), na última sexta-feira (22).

Com a publicação do acordo, a expectativa é que as entidades se encontrem até a próxima semana para definirem os cursos que serão disponibilizados ao público. O treinamento será ofertado por entidades dos setores público e privado em diversos municípios da Região Metropolitana de Belém e interior do Estado.

Para o comandante-geral da PM, coronel Dilson Júnior, o "Caminhos" é um avanço na valorização do policial e familiares, e os cursos oferecidos serão um instrumento de aproximação entre a Polícia e a comunidade à medida que vai trazer novas oportunidades.

Idealizado há um ano, o Projeto Caminhos avançou para a concretização graças ao trabalho integrado de oficiais do gabinete do comando-geral, Escritório de Projetos e Consultoria Jurídica da PM (Conjur), em parceria com os gestores da Sectet.

De acordo com o assistente do comandante-geral, tenente-coronel Mauro Martins, centenas de familiares de policiais já se inscreveram para participar dos cursos. O oficial destacou que a parceria com a Sectet representará importantes conquistas.

"Além dos cursos de formação inicial e continuada de curta e média duração e dos cursos técnicos já previstos no ano passado, o Programa Caminhos vai ofertar turmas para os cursos tecnológicos e de pós-graduação'e outras para cursos de graduação e pós-graduação, que ainda serão definidos", concluiu.

Para Sue Anne, esposa do comandante-geral e uma das principais incentivadoras do projeto, empreender, em especial próximo da família, trará inúmeros benefícios sociais aos envolvidos no projeto. "Um dos maiores objetivos é garantir a oportunidade para que os familiares, dependentes dos policiais e comunidade em geral possam acreditar que podem gerar renda, tornarem-se microempreendedores dentro da própria residência”, destacou.

O comandante-geral da PM destaca que, apesar dos cursos serem oferecidos, preferencialmente, para os familiares dos militares, também serão disponibilizadas vagas para a população civil.

“A Polícia Militar exerce, hoje, um protagonismo social muito forte. É referência na área da segurança e no aspecto social, auxiliando constantemente a população nas comunidades. Isso é algo que já fazemos naturalmente e agora vamos institucionalizar essas ações, por meio da disponibilização de cursos que, com certeza, irão mudar a vida de muitas pessoas. Nossa intenção é alcançar os 144 municípios com a ajuda da estrutura dos órgãos parceiros” ressalta.

Inscrições

Os familiares dos policiais interessados em participar dos cursos devem procurar o batalhão mais próximo para realizar sua inscrição no Projeto Caminhos. Os batalhões serão encarregados de organizar, inscrever e encaminhar as demandas para o gabinete do Comando-Geral. O início dos cursos deve ocorrer ainda no primeiro bimestre deste ano.

Texto: Taiane Figueiredo (PM)

Fotos: PM