Busca

Notícias

Início » Notícias » Sectet participa de 1ª Mostra de Bio-Invenções da Amazônia
conteúdo principal

Sectet participa de 1ª Mostra de Bio-Invenções da Amazônia

23/02/2018

Representantes da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) participaram, na manhã desta quinta-feira (22), da 1ª Mostra de Bio-Invenções - Caminhos para a Inovação na Amazônia, realizada pela Organização Social BioTec-Amazônia. O evento reuniu ainda pesquisadores, setor produtivo e empresarial, com o objetivo de divulgar pesquisas e projetos que aplicam o uso da biodiversidade da região de forma sustentável.

“Este é um evento de grande significado para todos nós. Juntamos invenções muito interessantes que podem gerar patentes, além de se transformarem em produtos e processos”, destacou o diretor-presidente da BioTec-Amazônia, José Seixas Lourenço.

O pesquisador Carlomagno Bahia compartilha da mesma opinião. “Eventos são muito importantes para que possamos expor nossos produtos e trabalhos e acessar, efetivamente, as cadeias produtivas e as áreas de investimento. Isso é fundamental para a sobrevivência do que a gente faz atualmente na Amazônia”, ressaltou.

“Hoje em dia, só se evolui em rede, não dá pra falar que a empresa, a indústria ou a pesquisa vão trabalhar sozinhas, isoladas. Isso já não funciona. Então, esse é um contato fundamental para que sejam criadas pontes, para que sejam criados laços, e haja um diálogo entre grupos distintos para um caminho único em que todos ganham”, complementou a gerente de Pesquisa em Desenvolvimento da Agropalma, Isabel Manso.

A 1ª Mostra de Bio-Invenções faz parte da programação da reunião de alinhamento realizada pela BioTec-Amazônia que, ao longo da semana, mobilizou sua equipe, servidores da Sectet e consultores, com o objetivo de ajustar as informações a respeito do trabalho a ser desenvolvido pela organização social.

Sustentabilidade - A BioTec-Amazônia foi selecionada, no final de 2017, por meio de edital de chamamento público, para gerir o programa paraense de incentivo ao uso sustentável da biodiversidade amazônica, o BioPará. Considera-se “gestão do BioPará” um sistema inteligente de governança, voltado ao estímulo e apoio ao planejamento e desenvolvimento de uma economia dinâmica, fundada no uso sustentável da biodiversidade, com a devida e adequada base científica e tecnológica.

“Um dos objetivos e metas do plano de trabalho que nos foi apresentado era fazer com que essa organização se desenvolvesse internamente, gerando uma compreensão profunda do Programa BioPará, pelo qual a OS foi contratada pela Secretaria. Então, ela está fazendo uma imersão com sua equipe, e acordamos que alguns servidores da Sectet também viriam para que haja um entrosamento, a fim de internalizar não só os valores, como os objetivos do Programa”, explicou o titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello.

O Programa BioPará é uma ferramenta que norteia a elaboração de políticas públicas voltadas à agregação de valor às cadeias produtivas da biodiversidade estadual e regional, por meio de pesquisa e desenvolvimento e de prospecção de negócios inovadores no setor.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)