Busca

Notícias

conteúdo principal

Sectet e entidades pesqueiras fazem tratativas sobre capacitação profissional

02/10/2020

Representantes de diversas entidades de pescadores do estado do Pará foram recebidos na manhã desta sexta-feira (2) na Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) pelo titular da pasta, Carlos Maneschy e pelo diretor de Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Detec), Leôncio Siqueira.

O principal assunto da reunião foi a necessidade de formação e qualificação das pessoas que trabalham na cadeia produtiva da pesca no Pará. O grupo recebido era formado por representantes de entidades de pescadores de várias regiões do estado como Marajó, Baixo Amazonas, Salgado e Região Metropolitana de Belém (RMB).

O secretário Carlos Maneschy destacou que o Pará é um estado vocacionado para a pesca e com grande potencial de ser protagonista nacional nesse setor produtivo. “Essa vocação é indiscutível. Pena que esse potencial ainda não tenha sido aproveitado, principalmente em relação à pesca artesanal”, ressaltou Maneschy.

Ele frisou ainda que o governador do estado, Helder Barbalho, que já foi ministro da pesca, coloca o setor pesqueiro como uma das prioridades da sua gestão com ações interligadas de várias secretarias afins, cabendo à Sectet a qualificação profissional dos que trabalham nessa atividade. “Essa é a missão da Secretaria, melhorar a qualificação profissional para impulsionar a atividade e vamos interagir com as entidades pesqueiras para atender às demandas. É o que podemos fazer e vamos fazer”, afirmou o secretário.

O diretor da Detec, Leôncio Siqueira, informou que outras reuniões serão realizadas com representantes de cada região para que seja elaborado um amplo programa de capacitação. Para realizar essa formação, a Sectet irá realizar parcerias com as universidades públicas e instituições do Sistema S, como o Senar e o Senac.
 

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)
Fotos: Priscila Castro (Ascom/Sectet)