Busca

Notícias

Início » Notícias » Projetos inovadores da indústria mineral são reconhecidos em premiação na Fipa 2017
conteúdo principal

Projetos inovadores da indústria mineral são reconhecidos em premiação na Fipa 2017

05/05/2017

Quatro projetos inovadores de empresas ligadas ao setor da indústria mineral no Pará foram premiados na noite desta quinta-feira, 4, durante a cerimônia de entrega do 1º Prêmio Estadual de Inovação na Indústria Mineral, uma iniciativa da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) e do Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral). A cerimônia foi realizada durante a XIII Feira da Indústria do Pará (Fipa), promovida pela Federação das Indústrias do Pará (Fiepa), no Hangar.

Ao todo, a premiação recebeu 32 inscrições, sendo 21 para a categoria de “Inovação de Processos”, sete para a categoria “Inovação de Produtos”, duas para a categoria “Inovação em Tecnologias Socioambientais, com ênfase em Responsabilidade Social Corporativa” e duas para a categoria especial de “Gestão de Inovação”, voltada para projetos que fortaleçam um ambiente propício à inovação. “Os vencedores em todas as categorias possuem práticas inovadoras em seus projetos que podem se tornar exemplos mundiais em atitudes sustentáveis com respeito às comunidades tradicionais”, ressaltou o presidente do Simineral, José Fernando Gomes Júnior.

A iniciativa contou com a parceria da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e da Federação das Indústrias do Pará (Fiepa).

Premiados - A mineradora multinacional Vale S/A conquistou o primeiro lugar em duas categorias, com os projetos “Desenvolvimento de placas inteiriças para substituição dos revestimentos intermediários e externos da tampa de alimentação do Moinho SAG” (Inovação de Produtos) e “Inovação no processo de gestão tecnológica de uma barragem de mineração” (Inovação de Processos). Este último abrangeu o desenvolvimento e implantação de sistema integrado de automatização de todo o processo de coleta e envio de dados da instrumentação de segurança da barragem, em tempo real, para uma Central de Controle e Comunicação, o que facilita o sistema de sirenes de alerta de emergências e evacuação de área afetada pela onda de inundação induzida pela hipotética ruptura do barramento.

A empresa vencedora na categoria de “Inovações em tecnologias socioambientais” foi a Mineração Rio do Norte (MRN), com o projeto “Territórios Sustentáveis”, iniciado em 2015 e que busca colocar o desenvolvimento regional como objetivo compartilhado entre a iniciativa privada, o poder público e a sociedade civil. “É uma iniciativa projetada para 15 anos, que envolve os municípios de Oriximiná, Terra Santa, Faro e Óbidos. O principal objetivo é promover ações estruturadas em quatro pilares: gestão pública, desenvolvimento econômico, capital social e gestão ambiental, sendo tudo trabalhado em respeito à tradição do estilo de vida de cada região”, explicou o gerente de Gestão, Segurança, Meio Ambiente, Licenciamento e Relações Comunitárias na MRN, Paulo Ayres.

A Vale S/A também recebeu o prêmio da categoria especial de “Gestão de Inovação”, com o artigo técnico “Como acontece a inovação na Vale”, enfatizando as estratégias das equipes internas em projetos e pesquisas desenvolvidos pela empresa. “Essa premiação, para a Vale, é de grande importância, pois faz com que nossos colaboradores se esforcem a cada dia para pensar diferente”, declarou a gerente da área de planejamento da Vale, Lucia Oliveira.

Os principais trabalhos e pesquisas submetidos ao Prêmio serão expostos em fóruns científicos e congressos, e se tornarão pauta em revistas especializadas, como a “Brasil Mineral”. “Esperamos que esse tipo de premiação se reproduza em diversos setores, pois inovar significa aumentar a qualidade e a diversidade de produtos e serviços à sociedade”, pontuou o titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello.

Confira a lista dos primeiros colocados abaixo:

Categoria Inovação de Processos:

  • 1º Lugar: Vale S/A - "Inovação no processo de Gestão Tecnológica de uma Barragem de Mineração";

Categoria Inovação de Produtos:

  • 1º Lugar: Vale S/A - Projeto "Desenvolvimento de Placas Inteiriças para substituição dos revestimentos intermediários e externos da Tampa de Alimentação do Moinho SAG 38’x23’ da Mina Sossego";

Categoria Inovação em Tecnologias Socioambientais

  • 1º Lugar: Mineração Rio do Norte – Projeto "Territórios Sustentáveis";

Categoria Especial de Gestão da Inovação - Vale S/A, com o artigo técnico “O Caso Vale S.A e FAPs: Como a ação entre a Vale e as Fundações de Amparo à Pesquisa dos estados de PA, MG e SP contribuiu para criação de condições para que ocorra um processo de inovação contínuo e permanente”.

 

Texto: Igor de Souza (Ascom Sectet)