Busca

Notícias

Início » Notícias » Governo do Pará garante efetiva utilização de fibra ótica instalada no Estado
conteúdo principal

Governo do Pará garante efetiva utilização de fibra ótica instalada no Estado

27/09/2017

Na manhã desta quarta-feira (27), ocorreu a assinatura do segundo Termo Aditivo ao Termo de Cooperação Técnica no 003/2010, celebrado entre Estado do Pará, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional Tecnológica (Sectet); Empresa de Tecnologia da Informação e da Comunicação do Estado do Pará (Prodepa); e Linhas de Xingu Transmissora de Energia S/A (LXTE), concessionária da Isolux Energia e Participações S.A.

O termo original permite o compartilhamento com o Estado da infraestrutura de telecomunicações sobre fibras óticas da linha de transmissão de energia elétrica sob concessão da LXTE no trecho “Tucuruí-Xingu-Jurupari (Almerim)”, com extensão aproximada de 505 quilômetros, interligando escolas, hospitais e outras instituições públicas, a fim de criar novas cidades digitais do Programa Navegapará. O documento assinado nesta quarta acrescenta ao Termo de Cooperação três cláusulas que garantem a efetiva utilização da infraestrutura e iluminação da fibra ótica cedida.

O titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello, explicou a linha de transmissão ainda não atingia os municípios pelos quais passava e era necessário fazer a aproximação para atender as cidades. “Dessa forma, foi feito o acordo para que a empresa, que já domina a tecnologia para isto, pudesse realizar a interconexão com os municípios, e iluminá-los a fim de que todos possam ter acesso direto à internet”, destacou.

O presidente da Prodepa, Theo Pires, também lembrou a importância do documento para garantir que o Estado atinja a meta traçada até 2018. “Este aditivo é essencial na tentativa de atender a demanda da sociedade paraense de alcançar os 144 municípios do Estado. O segundo aditivo vai disponibilizar recursos para atender municípios ainda não atingidos na Calha Norte, iluminar a fibra ótica, pois agora já há a parte de eletrônica suficiente para que essa fibra seja utilizada atendendo esses municípios no menor prazo possível. Estamos fazendo um esforço para contemplar 1500 quilômetros de fibra ótica iluminados e funcionando até o final de 2018”, ressaltou o presidente.

A LXTE foi representada, durante a assinatura, pelo um de seus diretores, o senhor Juan Ramon Jimenez Mogollon.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)