Busca

Notícias

conteúdo principal

Governo assina convênio com a Unifesspa para a instalação da Carreta da Construção Civil

05/12/2021

Trata-se de um laboratório móvel que será utilizado pelos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil ofertados pela Unifesspa dentro do Forma Pará

O Convênio de Cooperação Técnica para a aquisição da Carreta da Construção Civil foi assinado, na noite deste sábado (4), entre a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) e a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), no campus da universidade em Santana do Araguaia, região sul do estado.

A Carreta integra o projeto Polo de Referência em Construção Civil, do Instituto de Engenharia do Araguaia (IEA/Unifesspa). Trata-se de um laboratório móvel que vai ser utilizado pelos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil ofertados na região pela Unifesspa dentro do Programa Forma Pará, do governo do Estado. Além da formação acadêmica, a Carreta vai levar cursos profissionalizantes aos municípios do sul e sudeste do Pará.

“Nós estamos aqui para instituir um polo de referência em algo que realmente é necessário para a região toda que é formar pessoas na área específica da construção civil, formar técnicos. Esta é uma ação do governo do estado que só é possível graças ao compromisso do governador Helder Barbalho e ao empenho do prefeito Eduardo Conti”, ressaltou o titular da Sectet, Carlos Maneschy.

O reitor da Unifesspa, Francisco Ribeiro, afirmou que a instituição do Polo de Referência em Construção Civil em Santana do Araguaia é a realização de um projeto muito esperado pela comunidade acadêmica. “É a concretização de um sonho nosso que é estruturar os cursos que serão oferecidos fora de Santana. A partir daqui vai-se irradiar conhecimento, irradiar formação de pessoas. Faço aqui um agradecimento especial ao governador Helder por todos os projetos que vêm sendo financiados pela Sectet e pela Fapespa (Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas)”, enfatizou o reitor.

Francisco Ribeiro destacou ainda que o governo do Estado tem promovido um grande financiamento da ciência e da tecnologia nas universidades públicas do Pará, por meio do Programa Forma Pará e da concessão de bolsas de iniciação científica, de mestrado e doutorado.

O prefeito de Santana do Araguaia, Eduardo Conti, afirmou que para o desenvolvimento do estado é necessário ter as pessoas certas nos lugares certos. “O secretário Maneschy e o governador Helder, da forma como vêm trabalhando, cumprindo os desafios de ajudar a crescer e desenvolver o estado por meio da educação e formação, vão deixar um legado importante em todo o Pará”, frisou o prefeito. 

Formação acadêmica e profissional
O diretor geral do IEA/Unifesspa, Carlos Maviael de Carvalho, e o diretor adjunto do Instituto, Tarciso Simas, idealizadores do Polo, fizeram a apresentação do projeto que se compõe principalmente de uma carreta completamente equipada com os instrumentos necessários para a formação dos alunos dos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura ofertados pelo programa Forma Pará na região.

“Onde estacionar, a Carreta se transformará em um grande laboratório de 100 metros quadrados composto de salas de aula e todos os equipamentos necessários à formação acadêmica de nossos alunos”, descreveu o professor Tarciso Simas. “Ela também vai ofertar mais de 80 cursos profissionalizantes, formando a mão-de-obra fundamental para o setor de construção civil, como mestres de obra, pedreiros, eletricistas, pintores e muitos outros”, completou o professor Carlos Maviael.

A Carreta será composta de sala de aula com capacidade para atender atém 50 alunos, em ambiente refrigerado, garantindo o conforto de docentes e discentes. O investimento do governo do estado no projeto, por meio da Sectet, é de cerca de R$ 10 milhões. A previsão é de que até o final do primeiro semestre de 2022 a Carreta já esteja pronta para percorrer os municípios do sul e sudeste do Pará.

Ações da Sectet na região
Os representantes da Sectet também estiveram em mais três municípios da região sul do Pará. Na sexta-feira (3), o secretário Carlos Maneschy e a adjunta, Edilza Fontes, participaram do lançamento do projeto de laboratórios móveis de Medicina Veterinária e Zootecnia, em Xinguara. O projeto será desenvolvido em parceria com a Unifesspa. Na ocasião, foi feito o anúncio do curso de Agronomia, que será ofertado na chamada 2022 do Programa Forma Pará por meio da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra).

Na manhã deste sábado (4), os secretários anunciaram a oferta do curso de Arquitetura e Urbanismo no município de Redenção. O curso também faz parte da chamada 2022 do Forma Pará e será ofertado em parceria com a Unifesspa. Em Santana do Araguaia, além da instituição do Polo de Referência em Construção civil, foi anunciado o oferecimento do curso de Agronomia em 2022 em parceria com o Instituto Federal do Pará (IFPA).

Em Rio Maria, Carlos Maneschy e Edilza Fontes acompanharam a realização da prova de seleção da chamada 2021 do Programa aplicada na manhã deste domingo (5). São 50 vagas para o curso de Engenharia Civil, da Unifesspa.

Também em Rio Maria foi realizada uma audiência pública para anúncio do curso de Enfermagem, que será ofertado pelo Forma Pará, por meio da Universidade do Estado do Pará (Uepa), em 2022.

Texto e fotos: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)