Busca

Notícias

conteúdo principal

Escola Técnica de Salvaterra conquista medalhas de ouro em Mostra Brasileira de Foguetes

03/08/2021

Pelo terceiro ano consecutivo, alunos da Escola de Ensino Técnico de Salvaterra são medalhistas da Mostra Brasileira de Foguetes (MobFog), que ocorre paralelamente a Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA). O comitê organizador da Olimpíada, divulgou o resultado da MobFog no último sábado (31). Os alunos Guilherme Rocha e Matheus Nascimento foram premiados com a medalha de ouro por terem alcançado a marca de 189 metros no lançamento dos foguetes. 

O coordenador do projeto MobFog da Eetepa Salvaterra, Alan Luís Figueiredo da Paz, professor de Física, parabeniza os alunos pelo resultado alcançado. Ele destaca as dificuldades em realizar uma olimpíada educacional em meio a uma pandemia. “Porém nossos alunos não criaram resistência e, juntos, adquiriram conhecimentos, experiências e demonstraram compromisso com esta atividade de grande entusiasmo em nossa escola. Agradecemos aos incentivadores e colaboradores do projeto. Juntos impulsionamos nossos alunos a vivências e conquistas únicas em suas vidas”, comemora o professor.

A diretora da escola, Gisele Abdon, ressalta que o projeto ajuda os alunos a aumentarem o interesse pela disciplina, melhorarem o desempenho escolar e estabelecem ótima relação aluno-professor. “Estou orgulhosa por todos eles. São três anos de sucesso e garantimos todo o nosso apoio a essa equipe”, enfatiza a diretora.

O coordenador de ensino técnico e tecnológico da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), José Neto, salienta o trabalho dos alunos e da equipe da Eetepa Salvaterra. “Estão todos de parabéns. Para nós é uma grande satisfação ver nossos alunos se destacarem nacionalmente e mais importante ainda é ver o crescimento pessoal de cada um deles”, frisa.

Foguetes - Os foguetes são construídos a partir de materiais recicláveis, como garrafas pet, forro de PVC ou similar, e devem voar numa base que pode ser de madeira ou tubo de PVC hidráulico ou ainda conforme a criatividade do aluno e materiais disponíveis.

O professor Alan da Paz explica que os foguetes são impulsionados pela reação química da mistura entre ácido acético (H4C2O2) – vinagre e bicabornato de sódio (NaHCO3), gerando o gás dióxido de carbono (CO2) que pressuriza o interior do foguete (garrafa pet); em seguida um gatilho artesanal é acionado, liberando o foguete numa trajetória parabólica.

As fases de construção dos foguetes e da base de lançamento, a testagem e lançamentos oficiais são feitas sob a supervisão do professor e os alunos ainda recebem acompanhamento pedagógico, principalmente as equipes iniciantes.

Este ano, os lançamentos oficiais da Mobfog em Salvaterra foram realizados no dia 27 de maio, com a participação de 15 alunos. A metragem máxima alcançada pelos foguetes foi de 189 metros, superando, assim, a marca do ano passado que foi de 163 metros.

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

Fotos: Divulgação