Busca

Notícias

conteúdo principal

"Carreta da Construção Civil" é apresentado em Marabá

24/09/2021

O projeto beneficiará tanto os estudantes dos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura realizados pelo Forma Pará quanto os demais moradores dos municípios onde o laboratório móvel de 100m2 irá estacionar

A satisfação das pessoas nos municípios onde são anunciadas ações do programa Forma Pará, do Governo do Estado, foi destacada na cerimônia de assinatura do protocolo de intenções e apresentação do projeto "Carreta da Construção Civil", realizada na última quarta-feira (22), em Marabá, sudeste do estado. 

O projeto, desenvolvido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) em parceria com a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), é a primeira ação de extensão do programa Forma Pará. 

"Extensão é pegar o que a gente tem de ciência na universidade e levar para fora dos muros da academia. Nesse processo, destaco a expressão de felicidade das pessoas quando chegamos nas comunidades", enfatizou o diretor do Instituto de Engenharia do Araguaia (IEA) da Unifesspa, Carlos Maviael de Carvalho. 

Ele e o vice-diretor do Instituto, Tarcísio Simas, são os idealizadores do projeto "Polo de Referência em Construção Civil do Sudeste do Pará - unidade móvel canteiro sobre rodas" ou simplesmente "Carreta da Construção Civil". 

Os dois professores  apresentaram o projeto, mostrando como ele beneficiará tanto os estudantes dos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura realizados pelo Forma Pará quanto os demais moradores dos municípios onde o laboratório móvel de 100m2 irá estacionar.

Serão ofertados gratuitamente cerca de 80 cursos de capacitação profissional voltados para a construção civil, tais como mestre de obras, pedreiro, pintor, encanador de obras, instalador hidráulico, leitura e interpretação de projetos, dentre outros.

Ampliação de oportunidades
O titular  da Sectet, Carlos Maneschy, relatou que muitas pessoas, inclusive prefeitos, dizem a ele que nunca tinham imaginado a real possibilidade de ter um curso superior em seus municípios. "Qualquer pessoa sabe da importância que a educação representa na vida de todos. E o Forma Pará é uma oportunidade única na vida de muita gente", declarou o secretário.

Ele destacou que com o projeto de extensão outras oportunidades se abrirão. "A Carreta vai itinerar permanentemente por essa região formando profissionais para trabalhar na área específica da construção civil",  disse Maneschy. O secretário falou ainda que esse é o primeiro passo e que projetos similares podem ser desenvolvidos em outras áreas.

Referindo-se à parceria entre o governo do estado, prefeituras e a Unifesspa,  o presidente da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), Marcel Botelho, falou sobre a importância daquele momento, principalmente para as pessoas que irão usufruir dos projetos resultantes desse esforço conjunto.

"O Pará tem um potencial imenso e precisa da ciência, da tecnologia, das universidades para realizar a formação do seu capital humano com qualidade para que possamos alavancar o desenvolvimento desse estado", frisou Marcel. Ele destacou ainda os vários projetos realizados pela Fapespa em parceria com a Unifesspa,  inclusive o investimento em bolsas de iniciação científica e pós-graduação. 

Investimento
A vice-reitora da Unifesspa, Lucélia Cavalcante, falou que reconhece o significado do investimento que o governo do estado está realizando na educação quando acompanha as aulas inaugurais dos cursos do Forma Pará, desenvolvido pela Sectet. "Enxergamos o brilho de esperança nos olhos das pessoas que ingressam nos cursos. Eu vejo nessa iniciativa do governo do estado algo revolucionário, marcado de ineditismo, ao financiar políticas públicas na área da educação superior com pesquisa e extensão nessa região", ressaltou.

Lucélia destacou ainda a ação inovadora do projeto "Carreta da Construção Civil'', que será um laboratório de extensão que irá qualificar a formação acadêmica e ainda levar cursos profissionalizantes aos municípios.

O reitor da Unifesspa, Francisco Ribeiro, falou sobre a parceria do governo do estado e agradeceu o apoio de todos à gestão dele na Unifesspa que fez um ano neste mês de setembro.

"Agradeço ao governador Helder Barbalho aqui representado pelos gestores da Sectet e da Fapespa, pelo importante investimento em bolsas e inúmeros projetos como esse que apresentamos agora e o Forma Pará, o maior projeto de expansão do ensino superior na atualidade", declarou o reitor.

Estiveram presentes na cerimônia, que aconteceu no auditório do campus 3 da Unifesspa, prefeitos, vice-prefeitos, secretários de educação e outras autoridades dos municípios de Marabá, Abel Figueiredo, Cumaru do Norte, Piçarra, Ourilâdia do Norte, Novo Repartimento, Santana do Araguaia, Redenção, Jacundá e Eldorado do Carajás.

Texto e fotos: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)